A importância da BI no varejo

Atualizado: Mar 30



O forte crescimento do varejo no mundo não é um segredo. As receitas do e-commerce B2C na Europa chegarão a mais de 4 bilhões de dólares ainda este ano e, se a tendência se confirmar, chegará a mais de 6,5 bilhões em 2023. Em decorrência disso, o e-commerce no mundo manterá um crescimento de aproximadamente 18% ao ano [1].

Essas transações eletrônicas trazem consigo, igualmente, uma enorme quantidade de dados. Sabendo disso, as maiores empresas de varejo já usam Business Intelligence para melhorar a tomada de decisões num cenário de Big Data.

Segundo algumas estimativas, por exemplo, a Walmart recolhe por hora cerca de 2,5 petabytes (1 petabyte = 1,000 gigabytes) de informações referentes às transações, ao comportamento dos clientes, à localização e aos periféricos [2]. E para processar e analisar os dados coletados, não há nada melhor do que desfrutar de uma solução BI.



1. Como analisar os dados do varejo tendo em vista o seu volume crescente todos os anos?


Em primeiro lugar, o que é a Business Intelligence? Esta solução permite às empresas extrair e consolidar dados em tempo real a partir de diferentes plataformas e com volumes de dados variáveis, a fim de analisá-los através de relatórios e painéis.


Esta solução permitirá transmitir informações mais relevantes no seio de uma empresa, através de uma abordagem centrada nos dados que combine a ciência da análise preditiva com capacidades avançadas de Business Intelligence.


1.1 Como podem os operadores do varejo utilizar a análise preditiva para melhorar a tomada de decisões para o futuro?


Graças aos dados históricos da empresa, bem estruturados pela Business Intelligence, é possível acompanhar as tendências e os desenvolvimentos futuros. Este é o objetivo da análise preditiva. Com ela, podemos revelar modelos e relações entre os dados, bem como a restituição, o acompanhamento e a avaliação das variáveis ligadas aos indicadores da gestão empresarial.


O seu êxito assenta em modelos matemáticos e estatísticos que permitem acessar a informações preditivas. Quando corretamente interpretados, os dados podem ser indispensáveis para a tomada de decisões. Por outras palavras, podemos dizer que a Business Intelligence é a intersecção entre a sua empresa e a ciência dos dados.


1.2 Como saber a taxa de confiança das suas existências de produtos?


Com a Business Intelligence, as empresas podem medir os seus dados de inventário de produtos criando KPIs para saber, por exemplo, a taxa de confiança do inventário real e do inventário registado no sistema. Além disso, as empresas podem analisar e seguir seus KPIs de produção.



2. Como acompanhar os dados do vareoj desde a produção até à venda?


Note-se que o número de ações que podem ser realizadas com a ajuda da Business Intelligence é vasto e cheio de possibilidades. Para ilustrar isso, convém especificar que esta solução pode permitir à sua empresa calcular as informações econômicas, tecnológicas, de risco, de mercado e até mesmo ler o desempenho histórico da empresa.


2.1 Como podem os varejistas otimizar os processos de produção e logística dos seus produtos?


Através da Business Intelligence os varejistas podem ter ferramentas capazes de otimizar a informação, sincronizar e implementar um sistema de tomada de decisão sobre os dados de produção e logísticos.


Para otimizar o processo da supply chain, é essencial que haja uma excelente gestão dos wharehouse, bem como um conhecimento preciso sobre o verdadeiro volume de produtos e as práticas que visam otimizar os transportes e os abastecimentos. Estas soluções podem ser encontradas através da aplicação correta e ágil de ferramentas de análise de dados, que visam facilitar o cotidiano dos usuários e propulsores de toda a cadeia de logística.


2.2 Como os varejistas podem orientar os produtos certos para os seus clientes e criar campanhas de marketing?


Os analistas de dados do varejo encontrarão a maioria dos dados dos clientes, uma vez bem estruturados, dentro da própria empresa. Onde também encontrarão os elementos chave das soluções de Business Intelligence, os dados de vendas.


Com estes dados podemos analisar o comportamento de seus clientes em relação aos tipos de produtos, localização, período, e a partir dele criar campanhas de marketing.

Uma vez que a equipe de marketing tem os relatórios para fazer análises comparativas e dinâmicas, podem criar campanhas mais eficazes e conduzir os clientes ao ato de compra.



CONCLUSÃO

Para que as empresas de varejo permaneçam competitivas, os diretores, gestores e os comerciais devem ter acesso às informações mais completas, com uma visão ampla dos resultados e dos problemas críticos, e a capacidade de analisar, apresentar e comunicar rapidamente esses resultados para se adaptarem às mudanças do mercado. É certo que a sua aplicação melhorará igualmente a experiência do cliente, uma vez que desempenha um papel.


Também é importante recordar que a qualidade dos dados pode ser melhorada, não apenas em termos de volume, mediante a aplicação de novas fontes de dados, mas também uma aplicação inteligente dos instrumentos estatísticos e um conhecimento da análise técnica.


Portanto, ter os dados bem estruturados e painéis de análise de varejo pode realmente ser uma ótima solução para as empresas. Você pode obter melhores resultados estudando os aspectos mais profundos desta indústria em crescimento sem perder tempo e dinheiro extra.



REFERÊNCIAS


1.       https://www.statista.com/statistics/379046/worldwide-retail-e-commerce-sales/

2.    https://www.forbes.com/sites/bernardmarr/2017/01/23/really-big-data-at-walmart-real-time-insights-from-their-40-petabyte-data-cloud/#2d659b5f6c10

45 visualizações
Untitled.png

Porto Alegre/RS - Brasil 90480-005

+55 (51) 4042-5252

Data Sense © 2020 - Todos os direitos reservados